Chinese Democracy…ou Democracia Chinesa

Vivo num país democrático que sofreu 48 anos de ditadura, dela, lembro-me especialmente, que havia discos proibidos e de algumas imagens da guerra colonial, lembro-me também do condicionamento ideológico, que passava pelo endeusamento dos heróis da pátria…talvez seja uma das coisas que mais me lembro. Depois veio a democracia, e o velho país foi desmoronando aos poucos. Mas não é sobre a ditadura portuguesa que quero falar, mas sim sobre a China, a ditadura chinesa e as aspirações à liberdade, da ex-colónia inglesa de Hong-Kong, se falei na ditadura portuguesa, foi para conduzir, o fio à meada…ou seja para falar de vivências em ditadura e em liberdade.

Quando a ditadura caiu em Portugal, todo o país explodiu de contentamento…para trás ficaram os anos de luta anti-fascista e as prisões…em Hong-Kong vive-se o mesmo clima, as mesmas reivindicações de liberdade de expressão, de libertação dos presos políticos, reivindicações de democracia…até porque Hong-Kong, está habituada a esse clima de diferença de opiniões, à liberdade, em virtude do seu estatuto de região especial. Por isso não tem sido fácil, conviver, com o poder centralista do Partido Comunista Chinês…que encoraja e suprime, ao mesmo tempo, esta contestação ao papel do Partido Comunista…com o seu modelo, um país dois sistemas. Diga-se de passagem, que a China, encontrou nesta fórmula, a chave para evoluir economicamente, abrindo-se ao capitalismo…mantendo muito embora, o papel centralista do PCC…mas é errado dizer que o regime chinês, é um regime de partido único, na verdade o partido camponês tem lugar no parlamento chinês…juntamente com o partido comunista. Seja como for, embora o partido camponês tome decisões, é o partido comunista quem governa.

É esta aparente contradição, um país dois sistemas, que tem permitido, às regiões especiais, como Macau e Hong-Kong…mais Hong-Kong, baterem o pé ao poder central, ignoro qual o futuro da China e das regiões especiais, mas uma coisa é certa, a China é um gigante, com poder, cada vez mais influente, no mundo…a maior parte dos negócios que eu conheço, estão na mão de famílias chinesas, desde restaurantes e bazares à concentração de capital chinês na EDP…a eléctrica portuguesa, estejam atentos.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s