As crianças de Mossul

Não tenho filhos, e provavelmente nunca virei a ter, mas ponho-me a imaginar se fosse pai…e pai em Mossul, imagino qual seria o destino, de um filho meu, caso eu morresse, um filho sozinho, sujeito a ser morto também, a ser obrigado a pegar numa arma, a ser ferido e mutilado, a passar fome e sede…enfim, uma criança de Mossul. Pois há poucos dias, vinha a noticia, de que cerca de 100000 crianças iraquianas, em Mossul, estão em perigo…ainda a que, a esta hora, o Daesh, tenha sido praticamente erradicado de Mossul, o destino dessas crianças, continua a ser preocupante…talvez muitas delas, venham a engrossar o caudal de refugiados, talvez venham a ser vitimas de traficantes de crianças, ou talvez venham somente, a serem internadas, algures, num campo de refugiados…qualquer que seja o destino delas, jamais esquecerão o cenário de morte e destruição, que seus olhos presenciaram, serão para sempre crianças marcadas. Nós, que vivemos no ocidente, que damos o melhor ás nossas, que as alimentamos, levamos à escola…bem devemos pensar nestas outras, e procurarmos contribuir, para que elas venham a ter famílias que as adoptem, que as levem à escola. Se elas chegarem como refugiados, aos nossos países, em vez de lhes fecharmos, vergonhosamente, as fronteiras, devemos acolhe-las e darmos-lhe, aquilo que lhes foi negado no seu próprio país…como eu disse, não tenho filhos, mas se pudesse, faria por estas crianças, o mesmo que faria por um filho meu…vocês não fariam o mesmo?

Coisas Triviais…nem mais nem menos.

Há poucos dias, em conversa com um amigo, ele mencionou a vitória de Portugal, no eurofestival da canção…como uma coisa menor, em comparação com vitória no Europeu de Futebol, como se este fosse mais importante…que o festival da canção. Ora a verdade, é que as duas coisas bem pesadas, não passam de futilidades, tirando o show aparente. Uns gostam mais de futebol, do que de musica e vice-versa, mas na realidade é que o festival da canção, é uma montra de musica pop de plástico…e o Europeu de Futebol, mero futebol e negócio chorudo de milhões de euros…nada mais do que isso. Nas nossas vidas, temos coisas mais importantes em que pensar, como os nossos ideais de vida…aquilo que é eterno e nos dignifica verdadeiramente. Quer isto dizer, que a musica não tem valor e o desporto saudável também não? Nada disso, se há uma coisa de que eu gosto mesmo muito, é de musica, esta faz bem à alma e eleva-nos…quanto ao desporto saudável só temos a ganhar em qualidade de vida. Mas quando estas coisas, se tornam motivo de idolatria…já não é assim tão saudável.

Mas não será, que todo o ser humano, tem direito a distrair-se, de vez em quando, com coisas menos sérias? Decerto que sim…mas distracções são apenas isso, distracções e faits divers…nada mais do que isso. A alienação da sociedade, é que transforma estas coisas triviais…em coisas mais importantes do que tudo o mais, com o fim de manipular e adormecer as pessoas, a fim de esquecer o mais importante…o valor da alma. Sim, valorizem a vossa alma, aquilo que os torna verdadeiramente importantes. Façam isto e estão valorizar, verdadeiramente, as vossas vidas.

Vendaval no Brasil

À segunda é definitiva, depois de escapar uma vez, desta…Michel Temer é acusado de corrupção, é o vendaval politico depois do escândalo de Lula e Dilma…aqueles que diabolizaram a esquerda como corrupta, e saudaram de pé…o governo de Temer, têm agora um triste epílogo. Quem está em risco, é mesmo, a democracia brasileira, não me admirava nada, que houvesse um golpe de estado…e sei que muitos desejam isso para o Brasil, é a velha tentação populista, de um homem forte que ponha as coisas na ordem. Decididamente, o povo brasileiro, deve exigir a queda do governo…e pedir eleições, é o único caminho, para fugir à tentação totalitária. Quanto ao senhor Temer, não deixa de ser patético, ao dizer que tudo é uma ficção…é evidente que ele não quer largar o poder, e que tudo fará para o manter, mas quando “os deuses” determinam a queda dos “tiranos”, não há nada que os possa salvar…a não ser, que o “Olimpo” seja corrupto, como o mundo dos homens…o mesmo é dizer, que Temer, numa manobra imprevista, escape à justiça, o que pessoalmente acho difícil de acontecer. Já vi muita coisa acontecer, e não ponho as mãos no fogo por ninguém, mas ficaria extremamente triste, se Michel Temer escapasse impune à justiça…espero que isso não aconteça, tenho dito.

Notas sobre uma canção

Há uma canção de que gosto muito e ouço vezes sem conta…essa canção é Hallelujah de Leonard Cohen, recheada do mundo onírico de Leonard…sobre o rei cantor de Jerusalém, David…parte para uma cascata de palavras, sobre o amor e o encontro atribulado com Deus…um Deus que Leonard questiona, mas não deixa de estar presente. A presença desse Deus, manifesta-se noutras canções, como o Jesus marinheiro de Suzanne, e é um Deus com que ele se debate ao longo da sua vida. Nem mesmo o Budismo Zen, que Leonard adoptará para si, apaga a omnipresença desse Deus, e no final…pouco antes de morrer, ele dirá numa das suas ultimas canções : “I´m ready my Lord”. Convém lembrar que Leonard Cohen é de origem judaica, e um Judeu…será sempre Judeu toda a vida, até ao mínimo pormenor. Certamente, ele não era um crente vulgar…era sim um crente atormentado pela duvida, pelos paradoxos, mas era um crente, ainda que não fosse ortodoxo na sua fé. Leonard deixou-nos a 7 de Novembro de 2016 aos 82 anos de idade, deixando-nos as suas canções, ouçam-nas e interiorizem-nas, do modo que elas vos tocarem…a cada um em particular.

A Marcha LGBT em Istambul

Confesso, que não gosto, nem aprovo, as marchas de orgulho LGBT, e que ao ler a noticia, do Diário de Pernambuco, sobre a proibição da marcha gay em Istambul, não fiquei grandemente abalado…mas preocupa-me, devido à deriva autoritária na Turquia, a situação dos homossexuais por lá. Penso sobretudo, nos meus amigos homossexuais, os que já morreram e os que estão vivos, e como eles são gozados…pelos heterossexuais. Apesar de ser heterossexual, penso, para mim, que todas as pessoas têm direito à sua liberdade de serem o que entenderem…ainda que, não aprove à luz da Bíblia, a homossexualidade. É por isso que me preocupa, a situação dos homossexuais turcos, conhecendo, como conheço, a mentalidade Islâmica sobre eles…se no ocidente eles tendem a abusar, em certos casos, da liberdade e da tolerância existente…nos países muçulmanos, eles são duramente perseguidos, pagando muitas vezes com a vida. Nem agenda gay, nem homofobia…são duas posições extremas que se devem evitar, esta é a minha posição e o modo de pensar porque me pauto. Os países Islâmicos, carecem de uma profunda reforma, no que diz respeito, à situação das mulheres, dos gays e das minorias religiosas, como os cristãos e penso, que esta é urgente…é este o meu modo de pensar e o meu ponto de vista.

Erdogan e a Teoria da Evolução

Segundo a TSF, nas escolas da Turquia, a partir de 2018, vão deixar de ensinar a teoria da evolução das espécies, elaborada por Charles Darwin. Erdogan, está de acordo com esta medida, assim como o seu partido. Já que estamos a falar da teoria de Darwin, o que me preocupa, não é que a deixem de ensinar, já que sou Criacionista cristão e não acredito nela…mas o que vão ensinar, no lugar dela, será que vão ensinar que o homem, foi criado por Alá, a partir de um coágulo de sangue, como diz o Corão? Tudo indica que sim, e isso será pior, do que ensinar a teoria da evolução…pois o Islamismo torna-se assim, a única crença, oficialmente aceite na Turquia. Esta, deixa de ser um estado laico, para se tornar num Estado Islâmico. Também, o que me preocupa, é a deriva autoritária, que a Turquia está a sofrer e a violação dos direitos humanos, como a reposição da pena de morte. Por causa disto, tenho conhecimento, que a Comissão Europeia, defendeu a retirada do pedido de adesão, da Turquia, à Comunidade Europeia…e eu pessoalmente, não vejo com bons olhos, a adesão desta…não por qualquer clubismo europeu, mas precisamente, por causa do rumo que a Turquia está a tomar. Esta pode muito bem, vir a tornar-se, uma fonte de ameaças à Europa…não se trata de Islamofobia da minha parte, já que reconheço os direitos dos muçulmanos, na Europa, e da comunidade turca nos nossos países…mas trata-se, sim, da constatação de um facto que se está a tornar evidente. Não sei como tudo isto irá acabar e sinceramente, temo, pelo futuro da Europa…e da comunidade cristã na Turquia, que só por si, já é tão frágil. E contudo a Turquia, ou Ásia Menor, como era conhecida, nos tempos do Império Romano, já foi fortemente cristianizada, no tempo do apóstolo Paulo…tenho dito.

Junho Escaldante

Não me lembro, de um inicio de verão, tão escaldante como o de este ano, segundo o jornal Expresso, a temperatura deste mês está seis graus acima do normal, e os efeitos da meteorologia não se fizeram esperar, um gigantesco incêndio atingiu Pedrógão Grande, em Portugal…um incêndio como nunca se viu. Confesso, que ao sentir na pele, o verão escaldante, fico preocupado. Preocupado com os efeitos das mudanças climáticas, no nosso planeta…e preocupado, ao ver, a despreocupação das pessoas,  com a indiferença daqueles, que continuam a poluir indiscriminadamente, com a poluição causada pelos gases de efeito de escape, dos automóveis, das fabricas, dos aviões…e simplesmente, não sabemos como parar, como mudar de estilo de vida…neste ritmo, dentro de pouco tempo atingiremos um ponto insustentável. E ainda o senhor Trump diz que as mudanças climáticas, são uma invenção dos chineses…é sobretudo, a proeminência destes loucos e psicopatas, que governam o mundo, que me preocupa…sacrificando aos seus interesses particulares, o interesse da maioria. Enfim, tudo isto são desabafos, de quem vê tanta injustiça, violência e desumanidade…neste planeta, que é a casa provisória de nós todos…tudo para quê? Para cada um de nós, acabar sepultado sob sete palmos de terra, tudo o que ganhamos e acumulamos, os nossos interesses…o nosso dinheiro, fica cá todo, e nós vamos para a nossa eterna morada. Mas enquanto cá estamos, devíamos tornar a nossa estadia, harmoniosa e pacifica o mais possível, não acham que sim?

Ódios e Extremismos

As duas últimas semanas têm sido trágicas, primeiro foi o incêndio de Londres, depois o incêndio no fim de semana em Pedrogão Grande, e agora o atentado islamofóbico em Londres. Os dois primeiros foram acidentes trágicos e certamente, todos estamos de luto, pelas vitimas dos incêndios…o terceiro acontecimento, dá bastante que pensar. Em primeiro lugar, a morte voltou às ruas de Londres, só foi um morto é certo, mas não precisamos de mais,num atentado contra muçulmanos, imagino que alguns lamentem que não tenham morrido mais e seriam capazes de fazer o mesmo…tais são as ganas contra os Islâmicos. Em segundo lugar, quem o cometeu, aceitou a provocação do Daesh e reagiu como o Daesh esperaria que reagisse, na realidade, o que este pretende é virar comunidades contra comunidades, numa lógica de ódios e extremismos. Em terceiro lugar, todas as comunidades têm direito à vida e à sua liberdade…lamento com tanta veemência o sucedido à comunidade muçulmana em Londres, como também, os outros atentados anteriores contra ocidentais. Desta vez, o senhor Trump, não fez nenhum tweet, pelo menos que eu saiba, e está caladinho que nem um rato. Quando o ódio ataca, devemos evitar responder com o ódio, ou estaremos a fazer o jogo do inimigo. Sinceramente, não odeio os muçulmanos e penso que este atentado, foi um acto cobarde, aos muçulmanos respondo com o diálogo e a verdade, de que sou portador, jamais com armas, mas sim com amor e respeito…que eu saiba, eles são seres humanos, como eu e penso que estou certo…sem mais, até logo, e que a paz seja convosco.

Acerca das Drogas e de Quem Usa

O mote para este texto, é a morte de Carrie Fisher aos 60 anos, em Dezembro de 2016…que terá sido a apneia do sono, depois de ter sofrido um ataque cardíaco, ao que parece, para isso terá contribuído o abuso de drogas. Carrie Fisher morreu aos 60 anos, mas há pessoas que morrem mais jovens, devido a este problema. Eu não me quero centrar, no obituário das pessoas que usam drogas, mas no que as leva a usar.

Houve quem pensasse, que o motivo que leva pessoas a usarem drogas, são os motivos sócio-económicos…mas depois verificaram, que as classes privilegiadas também as usam, uma boa educação, altos níveis de vida…não impedem as pessoas de as experimentar, depois verificaram, que os artistas são particularmente vulneráveis. Aqui a coisa complica-se, os artistas deveriam, em regra, ser mais felizes, e por isso, menos propensos, a fazê-lo…mas não. Porém, chegados a este ponto, podemos vislumbrar uma pista…as drogas proporcionam experiências criativas e emocionais…logo o motivo, porque são usadas, terá a ver, com experiências do âmbito emocional e criativo.

Na verdade, as pessoas experimentam drogas, porque querem ser felizes, sair do rotineiro, obter uma sensação gratificante…e isso conseguem-no por algum tempo. Na verdade, as drogas são uma válvula de escape, para a frustração, que as almas mais sensíveis sentem, ao vivenciar a realidade da vida.

Então chegamos, a uma de duas conclusões, ou a felicidade não existe…ou deve ter outra fonte completamente diferente. A maioria dos psicólogos, tem chegado à conclusão, que grande parte das pessoas, que são mais felizes, crêem num ser superior…ou seja em Deus, e que a experiência religiosa…é determinante para a realização do ser humano. Quer isto dizer, que todas as pessoas religiosas, são felizes? Não, mas naquelas pessoas que são felizes, a relação pessoal com um Deus Criador e gratificante é essencial…algo que as drogas imitam, mas que de nenhum modo conseguem assegurar, revelador…não?

As Boas Noticias e os Agoureiros

Esta coisa das agências de rating é uma chatice, o pessoal trabalha que nem uns negros, e quando traz mais uns euros no ordenado e o sol está mais radiante para a economia, e consequentemente para nós, lá vêm as agências de rating, estragar a festa, chamar despesistas ao estado…parece que só estão satisfeitos, com aperto do cinto, desemprego e cortes sociais. Mas por acaso, não é essa a ultima avaliação, da Fitch, ao governo socialista…mais um pouco e tiram-nos do nível de “lixo”, e isto contra tudo o que podíamos esperar desses “vampiros”, que são as ditas agências. Quando todos estávamos a festejar, eis que o bombeiro de serviço, das instituições financeiras, que nos sugam…Passos Coelho, vem dizer, que já sob o governo dele, a Fitch, esteve perto de tirar Portugal do nível de “lixo”, e voltou a descer o nível, sob a vigência do governo socialista. Também nos vai dizendo, que isso quer dizer, que com o dito governo, Portugal recuou um ano e que é preciso desfazer a “geringonça”…muito honestamente falando, estou convencido, que já nem os próprios “compagnons de route” de Passos Coelho o aturam, e estão desejosos de mudar de presidente do PSD, com ele…estão condenados a estarem sempre na oposição, não digo isto por nada pessoal contra Passos, mas se o governo socialista conseguiu melhores resultados…já basta de corvos agoureiros, sempre a dizerem mal, bem sei que o papel dele é dizer preto quando o governo diz branco, ou não fosse ele líder da oposição, mas haja bom senso. E como não quero ser crucificado, pelos meus amigos “laranjinhas”, lá vou dizendo, façam oposição como lhes compete, mas não sejam “profetas da desgraça”.