A Turquia de Erdogan

Segundo o jornal Expresso, Erdogan acaba de despedir cerca de 4000 funcionários públicos, ligados ao exército e ministério da justiça. Estes 4000, são parte de 10000, que Erdogan pretende banir do funcionalismo público. Também proibiu o acesso à internet, à wikipédia e os programas de televisão, que promovem encontros amorosos, programas esses, muito populares na Turquia.

É evidente que a Turquia, está em vias de tornar-se um estado radical Islâmico, e que o presidente banir tudo o que a Turquia tem Ocidental, que Erdogan é um ditador e uma ameaça para a Europa e o Ocidente em geral, que terá repercussões como membro da Nato. É possível que futuras crises nasçam desta ameaça e não nos esqueçamos dos cidadãos turcos…que são a maior comunidade imigrante na Alemanha, muito embora, eu de modo nenhum, os esteja a diabolizar ou a promover a discriminação contra eles

A configuração da Europa está a mudar, devido ao Daesh, os populismos…e agora isto. As consequências são difíceis de prever, mas seguramente as haverá.

Advertisements

2 thoughts on “A Turquia de Erdogan

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s