O Que é Verdade…ou Uma História da Páscoa.

Bem sei que a Sexta-Feira da Paixão já passou e que o Domingo da ressurreição também, mas o relato do Evangelho de João, mais precisamente o encontro de Jesus Cristo com Pilatos, tem uma pergunta, que é aquela que é feita pelas pessoas hoje…”Que é verdade?”. Pilatos faz esta pergunta ao interrogar Jesus, e termina por dizer que não acha nele nenhum crime.

O cepticismo de Pilatos, é o mesmo das pessoas de hoje, já ninguém acredita em verdades absolutas, tudo é relativo e todas as verdades são igualmente boas ou más…depende do ponto de vista do observador. O mesmo se passa em relação ao conceito de verdade e mentira, tudo depende do ponto de vista de quem escuta.

É  evidente, que o mundo onde impera este relativismo é tão falto de referencias, que ninguém já sabe muito bem o que é verdade ou mentira, o certo ou errado. Pior, quem se arroga hoje, de conhecer a verdade absoluta, o certo e o errado, o bem e o mal…é tido como arrogante, retrógrado, bota de elástico. O que é In hoje em dia é ser tolerante, tão tolerante, que aceita tudo e o seu contrário…vulgo “vive e deixa viver.

Na nossa sociedade Ocidental, existem instituições oficiais…tal como igrejas por exemplo, onde parece existir, o conceito de certo e errado, o de pecado ou santidade, de bem e de mal, moral e imoral…mas mesmo estas, parecem tão esbatidas nas suas cores, tão pouco convincentes, tão cheias deste relativismo que…que fazem tão pouca diferença do mundo secular. Quanto às instituições como as universidades, parecem tão cheias destas áreas cinzentas, que tão poucas coisas parecem absolutas…excepto talvez a defesa da vida, em oposição à morte…mas mesmo aqui, o relativismo avançou, por exemplo, o aborto, poucos consideram o feto como um ser vivo, a arrogam-se no direito de determinar, quem deve nascer…e quem não deve.

Como tudo isto parece, nos antípodas, da declaração de Jesus Cristo quando diz: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.”, Jesus aparece aqui, como o dono absoluto da verdade…melhor dizendo da Verdade, o único Caminho para Deus, e o Senhor da Vida. A sociedade deixou de ser cristã, ou talvez nunca o tenha sido na verdade, porém houve tempo, em que os cristãos influenciavam os destinos e o modo de pensar…será que ainda é assim? Decididamente não.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s