A Baleia Azul ou o Jogo da Morte

Começou na Rússia e já chegou a Portugal, chama-se Baleia Azul e é um jogo online, que vai promovendo vários desafios, da auto-mutilação, a ver filmes de terror a horas tardias, culminando no convite ao suicídio. Por mais incrível que pareça, resulta, havendo pelo menos 2 casos de jovens, que tentaram pôr termo à vida.

O que me assusta, é o poder da internet, que faz faz com que jovens imaturos, caiam nas mãos de Cyber-psicopatas, que atentam para o que temos de mais sagrado, a vida. É alarmante o numero de horas, que os jovens passam na internet, alienando-se, isolando-se de tudo e todos…a internet revolucionou o nosso mundo, para o bem e para o mal.

Podemos dizer, com autoridade, que este tipo de jogos, é uma invenção diabólica para destruir os nossos jovens…quer se acredite no diabo ou não…e um sinal dos tempos perversos em que vivemos, e mais não digo. Pais, tenham em atenção os sites que os vossos filhos frequentam. Filhos, tenham cuidado com quem falam na net, e com os sites a que acedem, a vossa vida é preciosa e ninguém tem o direito de a pôr em risco.

Advertisements

A Turquia de Erdogan

Segundo o jornal Expresso, Erdogan acaba de despedir cerca de 4000 funcionários públicos, ligados ao exército e ministério da justiça. Estes 4000, são parte de 10000, que Erdogan pretende banir do funcionalismo público. Também proibiu o acesso à internet, à wikipédia e os programas de televisão, que promovem encontros amorosos, programas esses, muito populares na Turquia.

É evidente que a Turquia, está em vias de tornar-se um estado radical Islâmico, e que o presidente banir tudo o que a Turquia tem Ocidental, que Erdogan é um ditador e uma ameaça para a Europa e o Ocidente em geral, que terá repercussões como membro da Nato. É possível que futuras crises nasçam desta ameaça e não nos esqueçamos dos cidadãos turcos…que são a maior comunidade imigrante na Alemanha, muito embora, eu de modo nenhum, os esteja a diabolizar ou a promover a discriminação contra eles

A configuração da Europa está a mudar, devido ao Daesh, os populismos…e agora isto. As consequências são difíceis de prever, mas seguramente as haverá.

David Provoca Golias

Já é noticia, a Coreia do Norte ensaia novo míssil balístico…o Golias americano provocou o David coreano e agora o David provoca Golias. Estamos perante uma escalada de provocações, que só acabará quando alguém atacar…se entretanto não houver alguém que ponha juízo nos dois beligerantes.

Foi Trump que despoletou esta crise, se tivesse contido os ímpetos, perante a primeira provocação de Pyongyang, se não estivesse tão embriagado pelo facto de presidir à nação mais poderosa do mundo, não teria acontecido isto tudo a que assistimos, via noticias.

No entanto, ainda há tempo de evitar o desastre, se Trump engolir o orgulho, em nome da segurança do mundo, talvez se possa evitar a guerra…porém não me parece que o inquilino da Casa Branca, vá parar, na verdade não o pode fazer…devido ao seu carácter belicoso. Donald Trump, é de longe, o homem mais perigoso do mundo, um psicopata que tem a fatalidade de possuir, o arsenal mais poderoso do planeta…para nossa desgraça. Mas se os aliados dos Estados Unidos, convencerem Trump da loucura de empreender uma guerra contra a Coreia do Norte, talvez se possa reverter a situação…mas não para sempre, até ele descobrir um novo inimigo.

A Central Nuclear de Almaraz

Segundo um jornal português noticiava hoje, o governo de Portugal, acaba de declarar legitimo, a construção de um armazém para resíduos nucleares, junto à central de Almaraz, central nuclear espanhola a 100 km da fronteira portuguesa. A decisão do governo português foi criticada pelo Bloco de Esquerda…um dos partidos que tem acordo com o governo…é caso para dizer, o Golias espanhol levou a melhor sobre o David português, ao contrário do relato bíblico em que David vence Golias.

Ora, não deixa de ser preocupante, que a 100 km da fronteira, fique instalado um cemitério nuclear, que em caso de catástrofe, pode contaminar Portugal via Tejo, como se ter a vizinhança da central, não fosse já suficientemente mau. Este pôr-se de cócoras do governo português é um sinal da fraqueza da posição portuguesa perante Madrid, um sinal do desequilíbrio em que se encontra Portugal, perante Espanha.

Quer isto dizer, que “de Espanha nem bom vento nem bom casamento”? De todo não é esse o espírito, do lado de lá da fronteira, como cá, há muito boa gente que se opõe à energia nuclear e luta pelo ambiente, também o PP espanhol, é o único partido do lado de lá, que defende a solução energética nuclear…todos os os outros a rejeitam. Portugal tem a ganhar, na parceria com Espanha…mas não neste particular, da central de Almaraz.

Já não bastava a poluição do Tejo…agora isto, que explicação dará o governo português aos seus cidadãos para explicar, esta decisão?

Acerca do Desporto…e Outras Considerações

Numa passagem rápida pelos títulos das noticias, Bruno de Carvalho…presidente do Sporting, acusa Luís Filipe Vieira…presidente do Benfica, e vice-versa. Por outro lado, na madrugada de Sábado para Domingo, um adepto Italiano do Sporting, foi morto deliberadamente, por atropelamento e fuga, por um adepto do Benfica…depois, de uma troca de SMSs, entre adeptos do Sporting e do Benfica, para se encontrarem no estádio da Luz…às tantas da manhã, e poderia continuar a contar, outros tantos mimos como estes…mas esse não é o meu objectivo.

Sabemos que o futebol, move milhões, e os clubes enriquecem…na mesma proporção que os adeptos lutam entre si. Assistir, ao vivo, a um jogo de futebol, tornou-se uma lotaria, nunca sabemos quando é que o jogo não termina em violência…ou com adeptos feridos.

Na juventude dos meus pais, havia rivalidades, mas os adeptos respeitavam-se e havia fairplay…hoje em dia já não é assim e a policia tem que escoltar as claques dos respectivos clubes, para não haver problemas, e isto quando não há problemas com a policia.

Como se não bastasse, os governos dos países, quando querem anunciar medidas impopulares, fazem-no em dia de jogo, sabendo, que nesse dia, ninguém prestará atenção, senão ao Derby…o futebol como arma politica.

É este o nosso mundo, e não há sinais de melhoras, eu até nem sou adepto de futebol, nem adepto de nenhum partido politico em particular, mas tenho saudades, em que o desporto, era só isso mesmo…desporto…talvez eu seja um romântico e um idealista, mas antes romântico e idealista, que adepto fanático de uma equipa de futebol.

Conceito de Liberdade

É ponto assente que hoje vivemos em liberdade, agora o conceito que alguns têm da liberdade é que é altamente duvidoso. Há quem use a liberdade, para quebrar todas as regras…confundindo liberdade com libertinagem, desrespeitando tudo e todos. Jovens, fazem uso da sua liberdade, bebendo litros e litros de álcool, consumindo drogas…naturais e sintéticas, uma geração sem referências altamente violenta.

É evidente que a falha é nossa, fomos impotentes para dar valores aos nossos filhos, dando-lhes uma liberdade sem responsabilidade…fazendo-os crer que a liberdade é coisa adquirida, porém será assim?

Este clima de libertinagem sem controlo, está a criar anti-corpos, contra a liberdade conquistada, com muito custo há 43 anos. Existem muitos detractores da liberdade, que a pretexto da corrupção das classes dirigentes, da violência crescente entre os jovens e outros factores como estes, pretendem um regresso à velha ordem fascista…pior, muitos jovens, traumatizados pela falta de valores, aceitam como valores, esta velha ordem, canalizando energias  e vontade, defendendo os valores que Abril varreu.

É ponto assente, que vivemos em liberdade, mas esta não é um valor adquirido e seguro a Cem por Cento…nos bastidores forças sinistras, alimentadas pelas falhas do sistema democrático, trabalham para destruir tudo o que foi conseguido por nós e nossos pais. Cabe a nós defender a liberdade e preservá-la, dos agentes que a procuram destruir.

Abril em Portugal

Faz amanhã, 43 anos que se deu o 25 de Abril de 1974, para os mais distraídos, ou para quem nasceu depois desta data…a revolução dos cravos, ou o golpe militar que pôs fim ao regime fascista, que começou a 28 de Maio de 1926. Para alguns pode ser motivo de azedume, para outros, um mero feriado ou uma efeméride. Mas para outros, é o dia em que a liberdade chegou a Portugal, durante 48 anos, o país esteve emerso na pobreza generalizada…para a maioria, e para uma minoria, a posse generalizada da riqueza. Poder-se-à dizer, que nesse aspecto Portugal não mudou assim tanto…é verdade, mas se pensarmos bem, as coisas mudaram para melhor, a nível de protecção social e se poucos continuam a deter a riqueza, já não são permitidos os abusos que caracterizavam a ditadura. Portugal também evoluiu muito a nível intelectual e de escolaridade, de cuidados de saúde também. Pode-se dizer, à giza de conclusão, que a sociedade portuguesa mudou muito com a revolução…e se nem sempre para melhor, também positivamente…muito ficou por fazer, mas o caminho faz-se caminhando, bom 25 de Abril.

Le Pen Versus Macron…ou o Inverso

Saíram os primeiros resultados da primeira volta das eleições francesas, como se previa, a senhora Le Pen sai beneficiada com o atentado de quinta feira, mas só deverá obter uns meros 24%…quanto a Macron, obtém 22%, e concentrará na segunda volta, os votos da esquerda, da direita democrática e Centro…assim sendo, prevê-se que Macron terá 62% e Le Pen 38%. Fica salva a face europeísta da França, mas surpresa, Macron não tem nenhum partido politico por detrás e os candidatos institucionais saem derrotados.

O que quer que isto queira dizer, é de prever a ascensão de novas forças politicas na Europa, mais centradas no individuo e menos nos partidos. É certo que ainda não se realizaram as eleições na Alemanha, mas por agora, fica definida uma tendência para a politica europeia.

No entanto a incerteza é grande, como evoluirá a Europa a partir daqui e como serão as suas relações com os Estados Unidos? Não sabemos nada de concreto a não ser que das duas uma…ou a Europa inplodirá ou se reforçará como uma nova entidade politica e económica…tal como Macron defende. Tudo está em aberto.

O Dia Mundial da Terra

Hoje 22 de Abril de 2017 festeja-se o dia mundial da terra, ele é ocasião de desfiles, protestos e manifestações…tudo pela terra. A edição deste dia em 2017, transformou-se em dia de protestos…especialmente pela intenção do presidente Trump, de rasgar os acordos climáticos de Paris. Ele diz que as mudanças climáticas, são uma invenção dos chineses e assinou o decreto de relançar a industria baseada nos combustíveis fósseis, tudo numa lógica economicista, em prol da industria americana.

Compreendo que a sua ideia até possa ser atractiva para a massa de trabalhadores americanos…e principalmente para os magnatas do petróleo, que vêem assim quebrados todos os constrangimentos, impostos pela luta dos ambientalistas…e da administração do ex-presidente Obama. Porém, o que isto significa é que as condições de vida do planeta vão deteriorar-se cada vez mais, até um ponto insustentável, precisamente pela ganância dos magnatas da industria, que em nome de seus obscuros interesses, exploram pessoas e recursos. Quem vai sofrer, indirectamente, são os próprios americanos…e os anónimos agricultores da Indonésia, cujas colheitas vão ser afectadas, pelo aquecimento global…sim as anónimas populações da Ásia e da África que vão sofrer…tudo porque, no longínquo Continente Americano, as industrias poluentes de Detroit…fazem aumentar a percentagem de Co2 na atmosfera.

Só temos este planeta, para viver…destruí-lo é destruir o nosso lar físico  e lar de inúmeras espécies de animais e plantas, recursos que o Criador nos deu, para usufruirmos racionalmente e não para os desbaratarmos e destruir. Não nos opomos ao presidente Trump, só porque banalmente nos opomos, não se trata de uma questão meramente politica, mas uma questão de direitos humanos…e de todos os seres vivos, pensem nisso.

Trump e Marine Le Pen

Segundo um jornal português, Donald Trump afirmou que o atentado da quinta feira passada, vai ajudar a eleger Marine Le Pen. Ele não afirma estar “excessivamente entusiasmado”, mas lá no fundo, bem no fundo, deve estar a torcer para que ela ganhe as eleições francesas. Não é segredo para ninguém que Trump não morre de amores pela União Europeia, um atentado que promove Marine Le Pen, é como sopa no mel, não há ninguém mais interessado na morte da União Europeia que ele e até comprova o preconceito anti multiculturalismo, de que Trump padece.

Bem sei que a União Europeia, nem sempre se tem comportado como uma entidade de boa fé, porém, pior do que ela, é o chauvinismo que está a surgir no Estados Unidos e na Europa, em que os preconceitos nacionais e a xenofobia, está a substituir a tolerância. Bem sei, que a palavra tolerância, quer dizer muitas vezes aculturação, mas este processo que aí vem, parece estar a matar o pior…e o melhor, da União Europeia, bem vistas as coisas, a União Europeia não é assim tão má como a pintam…nalguns aspectos, havia algo de nobre e respeitoso, no multiculturalismo, no respeito pelas diferenças entre as pessoas, etnias, raças e identidade religiosa de cada uma delas.

Suspeito que o processo não será repentino, mas será suficientemente rápido, para ver cair algumas das democracias europeias…não quero ser pessimista, mas uma espada de Damocles está pendente sobre a União Europeia, a eleição de Trump e o Brexit são um sinal dos tempos…se não se fizer nada e continuarmos a assistir impávidos e serenos, veremos ruírem todos os valores europeus, construídos pelos nossos povos. Domingo dirá como se comporta a França, e esperemos que os nossos piores receios não se concretizem.